Sexta-feira, 20 de maio de 2022, às 10:14:07- Email: [email protected]



MISTÉRIO – Duas crianças que estavam desaparecidas há mais de 30 dias foram encontradas em mata no AM

O garoto de 9 anos que ficou perdido junto ao irmão de 7 na floresta amazônica por 26 dias, disse que precisou carregar o caçula nas costas por parte do tempo em que estiveram na selva.

A declaração da criança foi repassada ao UOL por uma das enfermeiras que acompanhou os meninos no hospital. Segundo ela, o mais novo tinha dificuldades para andar por causa de feridas nos pés, provocadas pelo contato com o solo. Eles se encontram em tratamento especializado em Manaus (AM) e já ganharam 2 kg após serem resgatados por um cortador de lenha na última terça-feira (15). “O mais velho protegia o mais novo. Então o colocava nas costas e andava um pouco até que o outro conseguisse se recupe, relatou a profissional de saúde Marcilene Mereth, da Casa de Apoio à Saúde Indígena.

- Advertisement -

Segundo a enfermeira, Glauco e Gleison disseram aos pais que não conseguiram encontrar comida e usavam folhas de árvores para tomar a água que caía das chuvas. Mereth informa ainda que, em média, uma criança poderia sobreviver apenas 40 dias sem alimentos, a depender da estrutura corporal, desde que tenha acesso a água. “Chovia, conseguiam tomar um pouquinho de água e seguiam dessa forma. No hospital, a gente percebeu que o mais velho olhava para o pequeno e dizia ‘calma maninho, calma’, dando uma tranquilizada no irmão. Ali a gente já conseguiu ver que o mais velho é que apoiava o outro”, contou. O sumiço das crianças ocorreu numa região de selva da Comunidade Indígena Palmeira, em Manicoré (AM), a 390 quilômetros de Manaus. Os garotos foram encontrados na terça-feira (15) por um homem que cortava madeira na mata. Mereth destacou que a distância do local onde os garotos se perderam até a região na qual foram encontrados é de, em média, 35 quilômetros. “É bem longe, então eles andaram muito e não em linha reta, às vezes dando voltas no mesmo lugar”, ressaltou.

Recuperação com dieta Os garotos foram achados em estado grave de desnutrição e desidratação, mas ganharam dois quilos cada um após serem resgatados, informou a médica Suzy Sertaty, que atendeu os pacientes durante a noite. Eles permanecem com lesões de mosquitos e formigas por todo o corpo. Segundo a médica, os irmãos ainda não podem ingerir alimentos sólidos por causa do risco de falência de alguns órgãos e estão sendo mantidos com medicações, além de uma dieta específica. “A dieta inicial é para, principalmente, a recuperação dos órgãos e melhora das condições de órgãos internos, rins, sangue, coração”, explicou Serfaty

fonte: uol

Compartilhar notícia:






Veja mais notícias

TRÁFICO INTERNACIONAL – MULHER RECEBERIA 3

https://youtu.be/w5xrVnUZ3Rw

ACIDENTES MAIO – ACIDENTES GRAVES E MORTES PREOCUPAM AUTORIDADES

https://youtu.be/vKmqGjD55AY

CAMINHÃO EM CHAMAS – HOMEM CHORA AO VER SEU CAMINHAO EM CHAMAS

https://youtu.be/YVQrlkOxlEM