Quinta-feira, 19 de maio de 2022, às 11:34:37- Email: [email protected]



Rússia promete abrir corredores humanitários, mas ucranianos têm medo de ataques à população

O governo do país invadido acusa russos de atrapalhar tentativas anteriores de evacuação, atirando em estradas e destruindo ônibus que deveriam levar civis para áreas seguras

A Rússia anunciou a abertura de corredores humanitários nesta terça-feira (8) para evacuar civis de algumas cidades sitiadas na Ucrânia, mas a oferta foi considerada enganosa pelos ucranianos, que acusam Moscou de impossibilitar a saída da população.

O Ministério da Defesa russo disse que, se a Ucrânia aprovar, abrirá “corredores humanitários” na manhã desta terça para evacuar civis da capital Kiev e outras cidades como Mariupol, Kharkiv e Sumy, que estão sob fogo pesado.

Primeiro corredor, em Sumy

Sumy é, até o momento, a única região onde os civis estão conseguindo sair.

- Advertisement -

O governador de Sumy, Dmitro Zhivitskiy, disse em uma declaração por vídeo que os primeiros ônibus já tinham partido da região até a cidade de Poltava, mais a oeste do país.

A prioridade nos veículos é para pessoas com problemas físicos, mulheres grávidas e crianças dos orfanatos da cidade.

Desconfiança de Zelenski

O presidente da Ucrânia, Volodmir Zelenski, havia acusado as tropas de Moscou de atrapalhar tentativas anteriores de evacuação, por corredores indo para território russo ou de Belarus, atirando em estradas e destruindo ônibus que deveriam transportar a população para áreas seguras.

“Houve um acordo sobre corredores humanitários. Funcionou? Em seu lugar estavam tanques russos, Grads [lançadores de foguetes], minas russas”, afirmou Zelenski em um vídeo postado na rede social Telegram.

r7

Compartilhar notícia:






Veja mais notícias