VÍDEO: Eletricista a serviço da Energisa morre no primeiro dia de trabalho

Date:

O eletricista identificado como Henrique dos Santos Correia, 25, morreu após sofrer um mal súbito enquanto participava de um treinamento no Centro de Instruções da Energisa, na Rua do Canil, no bairro Nacional, zona Norte de Porto Velho (RO) na tarde desta quarta-feira (04).

 

O Rondoniaovivo apurou que o rapaz estava no primeiro dia de trabalho e durante o treinamento de segurança acabou passando mal.

 

O Samu foi acionado, mas os companheiros de profissão colocaram a vítima na carroceria de uma caminhonete e foram de encontro com a ambulância na Estrada do Belmont.

 

O médico do Samu ainda tentou reanimar a vítima fazendo massagens cardíacas, mas sem êxito. A vítima trabalhava em uma empresa que prestava serviços a Energisa

 

 

A Energisa emitiu nota lamentando a morte do jovem

 

A Energisa lamenta a morte do colaborador da terceirizada Bureau Veritas Henrique dos Santos Correia, de 25 anos, que sofreu um mal súbito ao sair de um treinamento de práticas de segurança em uma das unidades da empresa.
Os técnicos de segurança da terceirizada e da distribuidora tentaram reanima-lo com orientações do SAMU, mas infelizmente não foi possível.
Henrique era natural de Porto Velho e Tinha acabado de ser contratado pela empresa. Antes dos treinamentos, passou por todos os exames admissionais exigidos para a categoria. A empresa aguarda os laudos médicos para saber a causa.
FONTE:  Rondôniaovivo

Compartilhar notícia:





Veja mais notícias

Em Porto Velho/RO, PRF apreende quase 60 kg de cocaína

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Porto Velho/RO, no...

Saiba quem tem direito ao salário-família em 2022 e veja como pedi-lo

Pais de filhos até 14 anos de idade ou...

Mãe de primeira criança vacinada contra covid-19 em Cacoal incentiva pais a vacinarem seus filhos

O Município de Cacoal iniciou a vacinação de crianças...

Mãe denuncia que filha de 13 anos foi estuprada pelo tio em distrito de Guajará-Mirim, RO

Uma moradora de Supresa, distrito de Guajará-Mirim (RO), denunciou à Polícia...