Sexta-feira, 19 de agosto de 2022, às 07:00:30- Email: [email protected]




4 médicos morreram com covid-19 esta semana em Mato Grosso

Quatro médicos morreram de covid-19 esta semana em Mato Grosso. Desde o início da pandemia já são 14 vítimas. Entre os profissionais de enfermagem, são 31 mortes. O site  errou ao informar nesta sexta-feira (04) que o ginecologista e obstetra Carlos Eduardo Maciel Epaminondas, de 85 anos, tinha sido vítima da covid-19. Ele morreu após ter uma parada cardíaca. Epaminondas lutava contra um câncer.

Na quarta-feira (02), morreu o oncologista Guido Vaca Cespedes, de 56 anos, em Sinop (500 km ao norte de Cuiabá). Guido era inscrito no CRM desde 2006. Servidor público, atuou na linha de frente de combate à covid-19, e foi o médico responsável técnico pela criação do kit covid-19 em Sinop.

- Advertisement -

Guido era perito oficial médico legista da Perícia Oficial e Identificação Técnica, lotado na Gerência Regional de Medicina Legal de Sinop há 3 anos

O médico foi internado em um leito de UTI no dia 21 de julho e foi intubado. Foram 32 dias de luta contra a covid-19.

Também na quarta-feira (02) morreu o ginecologista e obstetra Valdir Faria Moraes, em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá). Valdir era inscrito no CRM desde 1972. Ele era considerado um dos mais tradicionais médicos de Rondonópolis. Estava intubado desde o dia 24 de agosto, após passar mal durante a hemodiálise e ter baixa de nível de consciência. Ficou, desde então, em coma induzido.

O médico atuava em Mato Grosso desde 1972. Iniciou a carreira em Dourados (MS) e em 1973 se mudou para Dom Aquino. No ano seguinte foi para Rondonópolis, onde faleceu.

Filha de Valdir, Melissa Giraldi escreveu: “Hoje perdi o amor da minha vida! O homem mais otimista e persistente que já conheci! Tudo que sou como ser humano, como médica, como mãe, como filha devo a ele. Sempre foi-me esteio, meu confidente, meu ombro amigo, carinhoso e firme, consolador e protetor. Era ele que me arrancava das “chineladas” da mãe quando criança. Foi com ele que aprendi a tocar violão, fazer serenata e apreciar cada momento de alegria da vida. Foi com meu pai que aprendi a “pensar antes de falar”. Ele dizia: Minha filha, se vai magoar o outro, fica quieta!!!! Pensaaaa antes de falar!!! Foi com ele que aprendi o prazer de cozinhar, de rir , de nunca desistir! Dizia: Se outros podem, você também pode! O que te diferencia do outro é a “bunda na cadeira, estudando”!!! Meu Porto Seguro, meu conselheiro, Meu tudo!!! Meu exemplo de humildade, humanidade e simplicidade. Minha certeza de que nada somos a não ser os momentos e amor que deixamos quando passamos por aqui. Meu amor, sei que está comigo e estará sempre! Te amo infinitamente, de ida e volta. Você sempre estará comigo, porque os grandes amores são assim, não há tempo, distância ou corpo físico que os separam. Te amo meu pai…! Meu melhor amigo! Meu tudo!”

Na terça-feira (1º) morreu o médico e professor neurologista e neurocirurgião, Alexandre da Rocha Serra. Ele atuou no Hospital Geral de Cuiabá na década de 1990 e atualmente compartilhava o seu conhecimento e experiências principalmente com os acadêmicos de Medicina.

Na segunda-feira (31/08) morreu, em Rondonópolis, a médica Izabel Cuim, de 58 anos. Ela estava internada há cerca de um mês no Hospital Santa Casa. Izabel atuava no município de Juscimeira e estava na linha de frente no combate ao novo coronavírus.

 

FONTE: Reporter MT

Compartilhar notícia:






Veja mais notícias

spot_img

TSE promove curso sobre Direito Eleitoral e Eleições 2022 para profissionais de comunicação

A Escola Judiciária Eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral (EJE/TSE)...

Vídeo. Cadela e filhotes são resgatados de buraco no Entorno do DF

Animais estavam em local de difícil acesso e foram...

GO: mãe ia trabalhar e deixava menina de 3 anos sozinha em casa; vídeo

conselho Tutelar foi acionado e advertiu a mãe da...

PF: médico perito federal é preso por fraude na Previdência Social

Segundo a investigação, suspeito fraudava atestados, a maioria para...