Exame comprova que mulher encontrada morta em guarda-roupas foi estuprada e asfixiada em Ji-Paraná, RO

Date:

A autópsia realizada no corpo de Ângela Maria Silva Duarte, a mulher que foi encontrada morta dentro do guarda-roupas do vizinho em Ji-Paraná (RO), comprovou que ela foi estuprada e asfixiada. Agora a polícia investiga se o abuso aconteceu antes ou depois da morte.

O principal suspeito de ter cometido o crime é o vizinho, dono da casa onde o corpo de Ângela foi localizado. Ele fugiu depois do crime, mas foi encontrado e preso na última semana em uma fazenda de Rondolândia (MT).

“Desde o princípio pairou dúvida sobre violência sexual pelo modo como o cadáver foi encontrado, despido de roupas íntimas”, apontou o delegado Luis Carlos Hora.

Segundo o delegado, os exames realizados no corpo constataram a presença de sêmen nas partes íntimas de Ângela e sinais claros de asfixia.

“Agora há duvidas se é um caso de homicídio qualificado por asfixia ou um estupro qualificado resultado em morte”, revelou Luis Carlos.

 

O suspeito ainda não foi interrogado oficialmente pela Polícia Civil e ainda não há data prevista para o interrogatório. Conforme o delegado responsável pelo caso, os policiais que prenderam o homem em Mato Grosso relataram que ele confessou ter atacado Ângela, mas diz não lembrar de nada que aconteceu depois.

De acordo com o Código Penal brasileiro, tanto o homicídio quanto estupro resultado em morte podem levar o réu a cumprir pena de 12 a 30 anos de reclusão. Se comprovada culpa, o suspeito também pode responder por ocultação de cadáver que pode elevar a pena em até três anos a mais.

 g1 RO

Compartilhar notícia:





Veja mais notícias

SAÚDE – Edital de seleção de médicos segue aberto em Porto Velho com baixa apresentação de profissionais

Falta de profissionais reflete no atendimento em unidades de...

Motorista flagra caminhonete capotada sozinha às margens da BR 174, em Vilhena

Nesta quinta-feira, (27), um motorista que passava pela BR-174,...

Traficantes são presos na fronteira com mais de meia tonelada de droga

Mais de 608 kg de de cocaína, avaliados em...

MEC oficializa pagamento do Piso do Magistério

Por meio das redes sociais o presidente, Jair Bolsonaro,...