Terça-feira, 17 de maio de 2022, às 23:12:12- Email: [email protected]



Impedido de se aproximar de corpo de tia, criança pede para perito pôr a mão na cabeça dela e faz oração

Um caso emocionante comoveu até mesmo profissionais que lidam diariamente com mortes durante a realização de seus serviços.

Um garoto de aproximadamente 10 anos, sobrinho da dona de casa, Laurinda Aparecida dos Santos, vítima de feminicídio no último sábado (05), impedido de adentrar a residência onde ocorria a perícia do corpo, sem saber do óbito de sua tia realizou uma oração a distância.

- Advertisement -

O garoto aproveitou no momento em que uma das pessoas que tinha acesso ao interior da residência saiu a rua, e solicitou que ela ao retornar colocasse a mão na cabeça de dona Laurinda por ele, esta pessoa era o perito, resolveu atender o pedido da criança.

Uma das filhas da dona de casa, também externou toda dor e admiração por sua mãe que estava trabalhando duramente para lhe ajudar a construir sua residência, ela relutou em acreditar no óbito, para ela sua mãe estaria só ferida, o choque e emoção foi grande ao ver sua genitora sair em um caixão.

Dona Laurinda já havia sofrido por meio de seu amasio outras agressões, inclusive com objetos cortantes, porém não agiu para puni-lo.

Fonte: Jaru online

Compartilhar notícia:






Veja mais notícias

Thiago Varejo faz palestra em Cacoal dia 31 de maio

O palestrante e empresário do Estado de Minas Gerais,...

Centro esportivo Golden Boys vence Copa Santa Luzia, em Sapezal

O Centro Esportivo Golden Boys participou da Copa Santa...

Cacoal intensifica campanha de combate às queimadas urbanas

A prefeitura de Cacoal, por meio de suas secretarias...

Em votação nominal unânime Câmara rejeita veto do executivo no PL 40

por Claudinei Sorce O poder legislativo municipal rejeitou o veto...