Polícia Federal realiza nova operação contra garimpo ilegal no Rio Madeira

Date:

Lanchas da Polícia Federal voltaram a abordar e incendiar balsas de garimpeiros fluviais no Rio Madeira, no Amazonas, na tarde desta quarta-feira (15/12). Uma operação contra o garimpo ilegal na região começou no final de novembro deste ano e resultou inicialmente na destruição de 131 embarcações. Após semanas de intervalo, os agentes federais estão voltando a agir.

A Operação Uiara foi deflagrada pela Polícia Federal e por órgãos ambientais no dia 28 de novembro, após a repercussão internacional de paredões de balsas garimpeiras em um trecho do Rio Madeira na altura do município de Autazes, a 100 km de Manaus.

A ação desta quarta ocorre mais acima no rio, na altura de Borba (AM). Veja imagens enviadas por garimpeiros da região, que mostram os policiais chegando de lancha e ordenando a desocupação imediata das embarcações.

A PF e o Ministério da Justiça e Segurança Pública, que coordenam a operação, ainda não divulgaram novo balanço de balsas apreendidas e destruídas.

O garimpo no Rio Madeira ocorre há décadas, mas tem se intensificado nos últimos meses, o que provocou a reação do poder público.

Região contaminada por mercúrio

Além da operação, a Polícia Federal também emitiu um laudo com amostras de cabelo de moradores da região do Rio Madeira no Amazonas, que constatou a presença de contaminação por mercúrio até 3 vezes superior ao limite máximo considerado admissível pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Fonte: Metrópoles

Compartilhar notícia:





Veja mais notícias

Ceeja em Cacoal deve atender 1.300 estudantes este ano; matrículas estão abertas até o dia 28

O retorno das aulas do Centro Estadual de Educação...

Prefeitura recebe veículo de transporte de maquinário obtido por emenda do deputado Mauro Nazif

Na manhã desta quinta-feira o Município de Cacoal recebeu...

Rondônia: Comprador de gado é executado a tiros em lanchonete no centro

O comprador de gado, Cicero de 52 anos, popularmente...